Você já deve ter visto muito falar sobre a S.H.I.E.L.D., ou no mínimo ter visto o escudo dela, afinal, desde o primeiro vingador (para quem não se lembra o filme – Marvel Capitão América), essa organização tem sido foco de muitos objetos de guerra, espionagem, inteligência e tudo que se remeta a superespiões, superpoderes, super anormais e até mesmo alienígenas.

Agentes da SHIELD, é uma série transmitida pela emissora norte americana ABC e faz parte do gigante Universo Marvel Cinematográfico. A série gira em torno do personagem Phil Coulson, interpretado por Clark Gregg, que em sua primeira temporada, apresenta a queda da Shield e a assenção dos Inumanos – acredita-se que substitutos dos X-Mans no Universo Marvel.

A série tem uma boa crítica, quanto ao seu enredo, pois souberam prender o expectador em cada episódio transmitido, incluso deixando inúmeras pistas pelo caminho, para que possamos decifrar objetos ou situações não somente deste pedaço da Marvel como de todo seu universo.

Sua trama, ganhou foco pela série, logo após a batalha ocorrida em Nova York, no filme de Os Vingadores da Marvel, onde o super agente secreto Phil Coulson, foi cobaia do projeto T.H.A.I.T.I, que tendia-se como ultimo recurso para o salvamento de um Vingador caído.

A equipe consiste nos agentes Grant Ward – perito em combate e espionagem, da piloto e especialista em artes marciais agente Melinda May e dos cientistas brilhantes mas introvertidos agente Leo Fitz e agente Jemma Simmons. A eles se junta uma recruta civil, a high-class hacker Skye, que nessa temporada nos deixou a suspeita de ser uma Inumana.

Um destaque muito importante, para todos que pensam que séries sempre são tratadas como “novelas” de duração reduzida por episódio e estendida por temporada, assim tendo pouco investimento em sonoplastia, é a contramão do seguimento, pois a série é rica em efeitos sonoros, e tem uma brilhante direção de áudio que acompanha a plástica adotada em todos os filmes relacionados ao Universo Cinematográfico da Marvel.

Não posso deixar de citar, os cross-road – cruzamentos que ocorreu entre a série e os filmes, como a descida de Asgard de Sif (relacionado com os dois filmes de Thor), e com os filmes onde o superagente Dr. Fury tenha “desaparecido” da Shield.

Se você não viu ainda, eu acredito que seja uma boa escolha ver.

Espero que curtam e comentem!

Onde posso ver? Netflix Canal Sony