Red Canids perde jogador na CBLol em 15 minutos, devido a uma infração dentro do jogo que penalizou o cyberatleta Daniquest.

Nesta segunda etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLol 2016), a equipe Red Canids, vice lanterna do circuito profissional, anunciou na última segunda-feira (13) a contratação de Daniel “Daniquest” Cerruti, no entanto, para a infelicidade da equipe o player 15 minutos após sua oficialização foi afastado e banido do cenário profissional pela Riot Games (proprietária do jogo) pela prática de “elojob”.

Elojob, é uma prática onde um jogador é pago em dinheiro para evoluir o ranking de contas terceiras

O clube informou realizar a contratação em busca de um melhor posicionamento no campeonato, já que sua fase tem sido ruim desde o início da temporada (com 6 pontos negativos). O time ainda corre o risco de ter que disputar o não rebaixamento com a atual ultima colocada Big Gods (-11 pontos), onde o perdedor do confronto desce para o Circuito Desafiante, a “segunda divisão” da temporada profissional da Riot Games.

A última atuação de Daniquest no cenário profissional foi no classificatório do Circuito Desafiante pela Ilha da Macacada Gaming. Na ocasião, o time foi eliminado pela CNB Infinity, mas comprou posteriormente a vaga adquirida pela Overload. O jogador também foi um dos primeiros a passar no projeto “Preparando Campeões” da CNB e-Sports Club, mas deixou a iniciativa do clube dizendo que iria regredir ao lado de jogadores de níveis inferiores [completa hipocrisia e ignorância – mereceu ser punido].